É hora de assumir: ERRAMOS.
Mas de nada adianta remoer o que nos trouxe até esta sinuca de bico. Devemos nos reconciliar com o passado, aprender com ele e fazer diferente.
De maneira planetária.
Houve um tempo, no pós guerra, em que a fome era temida como uma epidemia.  Controlar os plantios, safras e animais era um desafio e sinal de progresso. Hoje, sabemos que o trabalho escravo que se exige da terra e de animais em nome de um sistema de consumo e conforto, mostrou-se o gerador de consequências fatais que estão dizimando a vida na Terra como a conhecemos.
Desmatamento, monoculturas, lixo…
Basta.
Temos de romper a crença de que matando a terra se mata a fome do mundo.
Vamos conhecer atitudes diferentes, inovadoras e ancestrais para se obter alimento respeitando os limites da natureza.
Venha dividir para somar.
Venha construir, compartilhar e aprimorar ideias que levem às rupturas necessárias. E para que novos e bons alicerces sejam erguidos para garantir a vida às novas gerações.
Não há volta. Não há talvez.
Marco zero. AGORA. Pela vida.
Você vem?

MESA São Paulo 2021
Marco Zero – por um sistema alimentar que regenere Gaia

Reserve seu lugar…
no planeta TERRA.

Memorial da América Latina
18, 19 e 20 de novembro

Curta, cadastre-se, siga e acompanhe todas as atualizações e informações em www.prazeresdamesa.com.br e/ou @prazeresdamesa no Instagram e Facebook.

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *